Seguidores

Aqui tudo é construindo com muita Poesia!!!

OBRIGADA.



Photobucket




segunda-feira, 6 de abril de 2009

Ternura



Na ternura do teu olhar,
Vi todos os meus sonhos se realizando,
Como se o sonho, não fosse sonho,
Apenas sim, uma realidade.
Na ternura de teu sorriso.
Eu vi a flor se abrindo,
Vi também seu sorriso,
Desabrochando depois da dor.
Na ternura de teus beijos
Eu senti o sabor de amar alguém, o sabor de viver...
Na ternura de teu corpo, eu senti o calor carinhoso,
De aquecer a alma ferida!
Na ternura de tuas mãos,
Eu pude sentir a umidade da sensualidade humana.
Na ternura de sua voz suave, eu percebi que a vida,
Não se vive só de palavras arrogantes e sim de palavras doces.
Na ternura da noite,
Eu pude apreciar a alegria da fantasia sonhando com você!
Na ternura de um amanhecer,
Eu observei a beleza do orvalho.
Sobre a rosa, ainda tão pequenina e pura,
Como se fosse se perfume.
Na ternura da chuva, eu ouvi a cantiga molhada,
E linda em meu coração,
Que um dia por engano eu confundi com o meu pranto.
Na ternura da aurora, eu pude ouvir o canto suave da lua,
Se despedindo do sol.



(escrito por Sandra Andrade)

Um comentário:

Anônimo disse...

necessario verificar:)