Seguidores

Aqui tudo é construindo com muita Poesia!!!

OBRIGADA.



Photobucket




domingo, 31 de janeiro de 2010

SOU- DO BLOG ROSASOLIDÃO




Sou paixão...sou tempestade...vida esquecida

Nos gritos do meu ser...sou saudade
Sou triste outono...no anoitecer da vida
Sou cinzas de mim...esperando a eternidade

Sou escura noite...terra de desencanto

Sou frio de Inverno...verso nefasto
Na raíz do tempo...solto meu pranto
Sou de ti vida...triste repasto

Sou veneno...sou amor...sou nada

Sou profunda dor...imensidade
Sou morte na vida...já sepultada
Coração vazio...sou saudade

Sou anjo errante...alma perdida

Espero a madrugada...sou estrela da noite
Sou nuvem de escuridão...resto de vida
Lamento maldito...sem horizonte

Sou silêncio...sou noite...instante de agonia

Momento nas horas...vendaval de loucura
Na escuridão dos meus sonhos...chamo o dia
Sou memória do tempo...tempo de amargura

Mergulho o olhar...neste deserto sem cor

Procuro um oásis...sou ave no infinito
Na longa caminhada...sou campo de dor
Sou terra de bruma...escuro labirint.

http://rosasolidao.blogspot.com/

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

SILÊNCIO - DO BLOG DA CLECILENE

SILÊNCIO

Por: Clecilene Carvalho

Imagem google

Meus pensamentos não conseguem
Transformar meus sentimentos em
Palavras, capazes de transcender-se
Em símbolos e comunicar-se.

Estou vazia, despida de inspiração
Olho a tela em branco e tento
Em vão dizer o que se esconde
Até mesmo de mim.

Será que a insensibilidade
De mim tomou posse
Ou ela já morava em mim,
Só agora vi que estou muda.

Fiquei sem ar, sufoca no
Meu silencio, quero gritar,
Mas as palavras em minha
Boca não exalam nenhum som.

A criatividade se foi
Não quer saber de mim,
Sinto a alma vazia e doendo
Feito amor não correspondido.

http://clecilene.blogspot.com/

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

NOTAS DA CANÇÃO, ACORDES DO SEU CORAÇÃO.- DO BLOG O LIVRO DOS DIAS DOIS..

Notas da Canção, Acordes do Seu Coração
Você dedilha o vento
Como o mar ouve o luar
Em notas que fazem o momento
Acordes que ensinam a amar
Nua como a lua em seu quarto
Você pega o violão
E descobre num universo perdido
A mais nobre canção
Seu corpo tem a forma
Do instrumento que ao poema vai musicar
E no seu peito seu coração não conforma
Que o amor nunca mais vai encontrar
A brisa que acalma sua alma
Faz um galho de arvore bater em sua janela
Daquele sonho que te faz tão calma
E da madrugada que te faz tão bela
Ali deitada contando estrelas
Seu mundo conta que canta o amor
Sussurros, arrepios e calafrios
Que no mais doce som da melodia
Na noite fria te aliviarão a dor.

Everson Russo
evrediçõesmusicais®
http://olivrodosdiasdois.blogspot.com/

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

NO DIA QUE TE AMEI- DO BLOG DA SUSY

.NO DIA EM QUE TE AMEI...!



MAR DE ROSAS, MAR DE DORES,
MAR DE SONHO, MAR DE FLORES,
O MAR DA VIDA ENTRENTEI !
EU, HÁ TANTO TEMPO À TUA ESPERA
, SUBI À TUA GALERA
NESSE DIA EM QUE TE AMEI.


DEIXEI DECORRER OS ANOS,
CHEGARAM OS DESENGANOS,
ESCOAR A MOCIDADE...
FUI VENTO, SOL E MIRAGEM,
FUI GAIVOTA, FUI ARAGEM,
AGUARDANDO A FELICIDADE !


ENTÃO, NESSA HORA ANSIOSA
EM QUE ME DESTE UMA ROSA
LILÁS E UM BOTÃO DE OIRO,
SEM NENHUMA HESITAÇÃO
EMBARQUEI NO GALEÁO
QUE ME TRAZIA O TESOIRO.


E EU, QUE SEMPRE FUI DA TERRA,
TU, QUE PERCORRESTE A SERRA,
PROCURANDO... E ATÉ NO MAR...
ENCONTRAMOS FINALMENTE,
NESTE AMOR GRANDE E ARDENTE,
DOCE VENTURA, A DO LAR !


FOTOS : SUSY


POEMA : FERNANDINHA

FERNANDA & POEMAS

http://fotos-susy55.blogspot.com/

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

LABIOS- DO BLOG ANDANDO E DIVAGANDO

Lábios...


Apenas beijar e sugar,
O néctar que dela escorre,
Sorvendo em goles bem devagar,
E na plenitude do amor, gemer.

Em meus braços poder te aconchegar,
Por este lindo corpo poder navegar.
Deixar fluir todo o prazer até chegar,
E em êxtase mais um ato de amor terminar!

http://andandoedivagando-blue.blogspot.com/

AMIGO BLUE, MUITO OBRIGADA PELO SEU CARINHO.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

OUVE- DO BLOG :AVE SEM ASAS.

Imagem da net


Ouve!
É o barulho do mar,
É ele meu amor
Que nos quer falar...
Escuta!
Vê se o entendes,
Ele diz,
Que é sublime
O nosso amor,
Ele quer,
Que a gente
Vá em frente,
Ele grita,
Que o tempo
De separação doí
Mas não conta
E ele chora querido,
Ele chora por nós dois!
Agora pensa,
Não pares de pensar,
Porque o mar,
O mar tem razão
E nós temos que vencer
A distância em cada amanhecer.
Ontem à noite
Falei com aquela Estrela
Nossa companheira,
E ela me disse
Que nos vai iluminar
A vida inteira.
Vê meu amor,
A imensidão do mar,
Nos protege dos males
Que há na terra,
Aquela Estrelinha bonita
Só brilha por nós dois...
O tempo, até me prometeu
Passar depressa,
E o Sol, nascer
Aquando àquele abraço
Que um dia nunca mais
Irá ter fim!

Medita e repara meu amor!
Escuta o barulho do mar,
Aprecia o brilho das Estrelas,
Aquece-te nos raios do Sol
E pensa em nós!
Pensa no nosso amor...

Agora estou melhor,
Desabafei neste bocado de papel,
Vou terminar,
Com um sorriso de esperança
E pedir a Deus
Que te acompanhe e abençoe,
Que eu aqui fico
Te esperando e te amando
Cada dia mais ainda!

Não te vou dizer Adeus,
Porque Adeus é pra quem morre,
Prefiro dizer,
Mil beijos
E até breve MEU AMOR!


segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Miragem...

Estou muito feliz.
Porque minha poesia faz parte deste cantinho marailhoso,
chamado Izis Cartão.

Veja que lindo ficou..


Este poema é de minha autoria, e está postado no blog Poetas-Um Voo Livre. Pegue o acesso acima ( no alto do blog) e confira as demais poesias, que lá estão.
Agora faz parte neste lindo cantinho...


http://iziscartoes.blogspot.com/search/label/Sandra%20Andrade

http://iziscartoes.blogspot.com/

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

ONTEM?...ISSO FAZ TEMPO! do blog da bandys


Ontem?...Isso faz tempo!...
Amanhã?...Não nos cabe saber...
Amanhã pode ser muito tarde...
Para você dizer que ama,
Para você dizer que perdoa,
Para você dizer que desculpa,
Para você dizer que quer tentar de novo...

Amanhã pode ser muito tarde...
Para você pedir perdão,
Para você dizer:
Desculpe-me, o erro foi meu!...

O seu amor, amanhã, pode já ser inútil;
O seu perdão, amanhã, pode já não ser preciso;
A sua volta, amanhã, pode já não ser esperada;
O seu email, amanhã, pode já não ser lido;
O seu carinho, amanhã, pode já não ser mais necessário;
O seu abraço, amanhã, pode já não encontrar outros braços...
Porque amanhã pode ser muito... Muito tarde!

Não deixe para amanhã para dizer:
Eu amo você! Estou com saudades de você!
Perdoe-me! Desculpe-me! Esta flor é para você!
Você está bem?...Você é importante para mim!

Não deixe para amanhã...
O seu sorriso,
O seu abraço,
O seu carinho,
O seu trabalho,
O seu sonho,
A sua ajuda...

Não deixe para amanhã para perguntar:
Por que você está triste?
O que há com você?
Ei !...Venha cá, vamos conversar...
Cadê o seu sorriso?
Por que não começamos de novo?
Estou com você. Sabe que pode contar comigo?
Cadê os seus sonhos? Onde está a sua garra?...
Lembre-se:
Amanhã pode ser tarde... Muito tarde!
Procure. Vá atrás! Insista! Tente mais uma vez!
Só hoje é definitivo!
Amanhã pode ser tarde... Tarde demais!


http://esconderijodabandys.blogspot.com/
VALEU BADYS

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

UM LAÇO FEITO COM NÓDO BLOG SIMPLESMENTE AMOR

Um laço feito com nó



Como sobreviver ao que me atenta

Ao que me atrai e da mente não sai

Ao que prende minhas atenções noite e dia

Ao que incorpora de corpo e alma minha vida

Sendo a paixão que tocou nas minhas veias

Impregnando-me como um forte vício

Uma adrenalina corre por minhas artérias

Pulsando esse forte querer pelo meu corpo

Por impulso tento suga-lo por minha mente

Que luta por satisfazer o que nela sente

Mesmo com receio e medo, ousando viver-te.

Por momentos sou brisa, às vezes tempestade.

Ora sou dócil e terna, ora revelo-me uma fera.

Dualidade que aflige e torna-me inquieta

O que em mim já não basta por tanto querer-te.

Somos tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes

Estamos distantes e ao mesmo tempo tão presentes

Tudo o que podia imaginar amar... Em ti eu encontrei!

Somos dois em um laço feito com nó.

Hoje somos sonho... Amanhã quem sabe, realidade!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

RECORDAÇÕES- DO BLOG ROSASOLIDÃO

Recordações





Nas recordações...perdidas na memória
Felicidade distante...que meu peito guardou
Em madrugadas...de infinita glória
Nas noites de amor...que o tempo matou

Esqueci frases que trocamos...amor que vivemos
Mágoas do que não foi...tristes lembranças
De um amor que tivemos...e esquecemos
Na dor doída... falsas esperanças

Fiquei perdida...chamo-te num grito mudo
Envolta no meu próprio lamento
Nas mãos vazias...abismo profundo
Persigo um sonho...sombra de sofrimento

As minhas noites...secreto desespero
Recordações de outras noite...de amor
São passado...que não mais quero
No que resta para viver...não quero mais dôr

Nas sombras...no crespusculo dolente
Meus olhos procuram por ti...na lembrança
Como rios de angustia...fremente
Morrendo de saudade...sem esperança

Na infinita espera...indizível distancia
No cansaço das palavras...que esperei de ti
Nesta existência...caminho sem esperança
Sombra de incerteza...horizonte sem fim

Ainda está em mim...fogo adormecido
Entre as sombras...dos meus entardeceres
Incertas esperanças...nos sonhos esquecidos
Amores e cinzas...lamentos e quereres

No meu caminho...colho restos de flores
Esqueço o tempo...na noite escura
Passaram os momentos...os amores
Colho flores...flores de amargura

Nos meus poemas...silêncios sofridos
Pensamentos de vida...vivida
Restos de sonhos...amores perdidos
Réstias de luz...sombras da vida.

http://rosasolidao.blogspot.com/
Obrigada amiga.
Lindo texto.


quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

A DOR DE UM GRANDE AMOR.-DO BLOG ROMANTIC

A dor de um grande amor.


Como doí amar você
se eu pudesse, arrancaria de mim esse coração
que te pertence.
Mais se arranca-lo morro,
não tenho opção
ou vivo te amando,
ou morro de amor por você!

A minha alegria ser vai
com o passar dos dias em que você não vem,
não me amas mais ,e nem de mim se lembras...
Não há lembranças do que fomos
ou de nossa existência.

Algo de muito mal, fiz para o amor,
para merecer dele tamanha dor.
Conservo -me em lamentos,
com os dias propícios ao isolamento,
de alguém que ama
com grande amor
e cala-se
diante da dor
queria a cura,
mas,
a cura é você, que não mais, me quer ver,
queria que você me ama-se como eu te amo!