Seguidores

Aqui tudo é construindo com muita Poesia!!!

OBRIGADA.



Photobucket




terça-feira, 28 de agosto de 2012

NOSSA AMIZADE....

Mensagem de Amizade


Nossa amizade jamais terá fim,
porque Jesus está nos abençoando,
nos zelando e olhando por nós.

Depois que eu te encontrei,

meu coração já não se senti só.

Na alegria ou na dor

vou contigo a onde você for,
fazer você sorrir
é o meu maior prazer.

Nada nunca vai mudar

o que eu sinto por você.
Você é o amigo que eu pedi á Deus!

Veja mais mensagens em http://www.belasmensagens.com.br/amizade/nossa-amizade--1628.html#ixzz24tFz7ocy

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA


MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..

sábado, 25 de agosto de 2012

AOS AMIGOS...


Gifs e Mensagens
Um Amor chamado Amizade
"Deus criou o AMOR e nós, humanos, não soubemos utilizá-lo. Ele então numa inspiração divina criou a AMIZADE e foi assim que o amor passou a ser utilizado na essência de seu significado. Quem está ligado por esse amor, distância alguma separa, pois a verdadeira amizade não une corpos, não une mentes, mas une corações e essa união é feita por Deus e o que Deus une,
homem algum é capaz de separar."

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA


MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A HISTÓRIA DO LÁPIS

A história do lápis.

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura perguntou: -Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? Por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: -Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. E disse: -Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida! No entanto, a avó respondeu: - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo: Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Essa mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade. Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor. Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça. Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você. Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação.

domingo, 19 de agosto de 2012

ENTRE A SOMBRA E A ALMA....

Como se ama uma planta que não floriu? Como se ouve um coração em silêncio total?
Como se sente uma dor que a paixão desenhou?
Como se alcança o Sol quando o dia morreu, acabou?

Um Outono invadiu esta ausente Primavera

Povoei esta ilha com palavras em baixela de poesia
Encontrei uma casa da manhã com verdade e revolta
Construi a claridade com fogo de uma chama já morta

Ao muro ou ao mar rodam as nossas vidas

Descobri um território de flores flamejantes
Numa deslizante tarde que a noite assombrou
Dormi, e sonhei, as quimeras importantes

Acordei, acordando o sonhar

Num rodopio de vento vindo de países sombrios
Desenhei no barro um cavalo brincalhão
E reparei que nada tinha na mão…

…Nem pincel, nem cinzel

Moço, conservaste em ti o coração de pobre
Teus pés conhecem a frieza das pedras
Teu corpo o crivo e chicote que te fazem nobre

Hoje parei junto a uma hortência ferruginosa

Que o vento do sul torturou no seu azul
E como estandarte de espuma esquecido na areia
Descansei preso à terra na sombra de uma conteira…

…Porque ser poeta é ser…

Graça deste tempo semelhante a uvas
Dizer cantando, amar perdidamente, sentir contente
Ser alto, maior do que o homem, esplendor ardente
Porque só um poeta ama perdidamente
Só ele mantém acesa e alta a chama
Divididos estarão sempre seus pesares
…Entre a sombra e a Alma…

 

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA


MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..

terça-feira, 14 de agosto de 2012

EDUCAR PARA....




Educar é mostrar a vida a quem ainda não a viu.
O educador diz: “Veja!” - e, ao falar, aponta. O aluno olha na direção apontada e vê o que nunca viu. Seu mundo se expande. Ele fica mais rico interiormente...
E, ficando mais rico interiormente, ele pode sentir mais alegria e dar mais alegria - que é a razão pela qual vivemos.
Já li muitos livros sobre psicologia da educação, sociologia da educação, filosofia da educação – mas, por mais que me esforce, não consigo me lembrar de qualquer referência à educação do olhar ou à importância do olhar na educação, em qualquer deles.
A primeira tarefa da educação é ensinar a ver. É através dos olhos que as crianças tomam contato com a beleza e o fascínio do mundo. Os olhos têm de ser educados para que nossa alegria aumente.
A educação se divide em duas partes: educação das habilidades e educação das sensibilidades. Sem a educação das sensibilidades, todas as habilidades são tolas e sem sentido.Os conhecimentos nos dão meios para viver. A sabedoria nos dá razões para viver.
Quero ensinar as crianças. Elas ainda têm olhos encantados. Seus olhos são dotados daquela qualidade que, para os gregos, era o início do pensamento: a capacidade de se assombrar diante do banal.
Para as crianças, tudo é espantoso: um ovo, uma minhoca, uma concha de caramujo, o vôo dos urubus, os pulos dos gafanhotos, uma pipa no céu, um pião na terra. Coisas que os eruditos não vêem.
Na escola eu aprendi complicadas classificações botânicas, taxonomias, nomes latinos – mas esqueci. Mas nenhum professor jamais chamou a minha atenção para a beleza de uma árvore, ou para o curioso das simetrias das folhas.
Parece que, naquele tempo, as escolas estavam mais preocupadas em fazer com que os alunos decorassem palavras que com a realidade para a qual elas apontam.
As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos.
Há muitas pessoas de visão perfeita que nada vêem... O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido. Quando a gente abre os olhos, abrem-se as janelas do corpo, e o mundo aparece refletido dentro da gente.
São as crianças que, sem falar, nos ensinam as razões para viver. Elas não têm saberes a transmitir. No entanto, elas sabem o essencial da vida. Quem não muda sua maneira adulta de ver e sentir e não se torna como criança jamais será sábio.


Rubem Alves – Nasceu em 15 de setembro de 1933, em Boa Esperança, Minas Gerais. Mestre em Teologia, Doutor em Filosofia, psicanalista e professor emérito da Unicamp. Tem três filhos e cinco netas. Poeta, cronista do cotidiano, contador de histórias, um dos mais admirados e respeitados intelectuais do Brasil.
Ama a simplicidade
Ama a ociosidade criativa
Ama a vida, a beleza e a poesia
Ama as coisas que dão alegria
Ama a natureza e a reverência pela vida
Ama os mistérios
Ama a educação como fonte de esperança e transformação
Ama todas as pessoas,
mas tem um carinho muito especial pelos alunos e professores
Ama Deus,
mas tem sérios problemas com o que as pessoas pensam e/ou dizem a Seu respeito
Ama as crianças e os filósofos – ambos têm algo em comum:
fazer perguntas
Ama, ama, ama, ama...

(mensagem da daqui

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA

Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos-

MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

PENSAMENTO...



“Felizmente, ele e o Poeta reuniram suas ruínas e ajudaram-se mutuamente a sobreviver ao demônio da culpa. Saíram pelas estradas, dormiram ao relento e viajaram juntos para o epicentro dos seus terremotos emocionais. Viram as perdas por outros ângulos, aceitaram suas limitações, cantaram, sorriram, brincaram com a vida, deixaram de brigar com ela.” 
Augusto Cury.

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA

Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos-

MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

REFLETINDO....



"Quero nascer de novo cada dia que nasce. Quero ser outra vez novo, puro, cristalino. Quero lavar-me, cada manhã, do homem velho, da poeira velha, das palavras gastas, dos gestos rituais. Quero reviver a primeira manhã da criação, o primeiro abrir dos olhos para a vida. Quero que cada manhã, a alma desabroche do sono como a rosa do botão, e surja como a aurora do oceano, ao sorriso dos teus lábios, ao gesto de tua mão. Quero me engrinaldar para a festa renovada com que cada dia nos convidas e desdobrar as asas como a águia em demanda do sol. Quero crer, a cada nova aurora, que esta é a definitiva, a do encontro com a felicidade, a da permanência assegurada, a de teu sim definitivo." (Chico Xavier).

(um lindo texto daqui....http://esconderijodabandys2.blogspot.com.br/http://esconderijodabandys2.blogspot.com.br/

MEUS OUTROS BLOGS...

 CURIOSA

Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos-


MEUS MIMOS/SEUS PRESENTES-

Poetas-Um Voo Livre-

ESCOLA-SEMPRE APRENDENDO..